Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Inadimplência de empresas cai 2,9% neste ano, afirma Serasa

A inadimplência das empresas teve queda de 2,9% no acumulado os oito primeiros meses do ano ante o mesmo período do ano passado, informou nesta quinta-feira uma pesquisa realizada pela Serasa. Na comparação entre agosto deste ano e de 2007, a queda foi de 8,1%, e de 8% sobre julho de 2008.Segundo a empresa de análise de crédito, a redução da inadimplência das empresas apresentou queda devido ao "bom desempenho das vendas e da produção do mercado interno" nos oito primeiros meses do ano."Aliado a isso, as empresas estão tomando mais crédito que os consumidores em 2008, para financiar seus investimentos em ampliação de plantas, instalações e automação. Com o maior dinamismo da economia, as empresas conseguem gerir melhor os seus recursos, e o de terceiros", afirmam os técnicos da empresa.Segundo a Serasa, o levantamento ainda não contempla o agravamento da crise financeira no mercado global, ocorrido a partir de 8 de setembro. "Dessa forma, até julho, a elevação dos juros limitou o impacto nas decisões empresariais, por conta dos alongamentos nos prazos de concessão de crédito, que tornou os pagamentos mensais adequados ao orçamento".Títulos protestados lideramQuase metade da inadimplência das empresas (42%) em 2008 está representada por títulos protestados. Nos oitos primeiros meses de 2007, eles respondiam por 40,1%. Em seguida vieram os cheques devolvidos (38,8%) e as dívidas com bancos (19,2%).Porém, as dívidas com bancos possuem o valor médio mais alto, a R$ 4.413,98 --7% a mais sobre o acumulado entre janeiro e agosto do ano passado. O valor médio dos títulos protestados está em R$ 1.500,30, e o dos cheques devolvidos em R$ 1.283,9.