Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Fazenda vai reestruturar Receita Federal para melhorar atendimento ao contribuinte

Wellton MáximoO ministro da Fazenda, Guido Mantega e a secretária da Receita Federal, Lina Maria Vieira, divulgarão, na próxima semana, a reestruturação de cargos e funções da Receita, conforme anunciou hoje (25) o secretário-adjunto do órgão, Otacílio Cartaxo.Segundo ele, o objetivo da medida é melhorar o atendimento ao contribuinte e tornar mais ágil a arrecadação de impostos e o mais eficiente o combate à sonegação.O secretário não deu detalhes sobre as medidas, mas adiantou que as mudanças incluirão o reagrupamento de atividades e a reorganização da linha de comando na Receita. “A principal preocupação é definir claramente quem manda e quem obedece”, disse.Logo depois de assumir o comando da Receita, no início de agosto, Lina criticou o sistema de atendimento do órgão após a fusão da Receita Federal com a Secretaria de Receitas Previdenciárias, que administrava a arrecadação da Previdência Social. Durante seminário para servidores da Receita, ela chegou a dizer que havia “caos” no órgão que agora administra.“Você tem que liderar com competência e entender da alma humana para conduzir bem uma organização. Lamentamos esses acontecimentos. Estamos correndo atrás do prejuízo [para solucionar] o caos que estamos vivendo na ponta”, afirmou Lina, na ocasião.Sobre o atendimento ao contribuinte, Cartaxo destacou que a situação melhorou quase dois meses após Lina assumir o cargo. “O caos já foi bem amenizado”, declarou. Uma das medidas já em execução, acrescentou, é o reforço na área de informática.Segundo o secretário-adjunto, um grupo multidisciplinar de oito técnicos da Receita está fazendo um levantamento dos problemas e propondo soluções. De acordo com ele, os trabalhos só serão concluídos no fim do ano. “O país é grande e a Receita tem muita capilaridade [penetração no interior no país], então essa análise demora um pouco”, justificou.Cartaxo negou que as alterações na estrutura administrativa do órgão tenham provocado descontentamento entre os servidores. "O que há são expectativas em torno das mudanças. A Receita Federal é altamente estável pela excelência de seu corpo funcional", rebateu.