Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

PI - Contribuinte é beneficiado com desburocratização da AIDF

A Secretaria da Fazenda do Piauí, Sefaz, desburocratizou o processo de emissão da Autorização de Impressão do Documento Fiscal, AIDF. A partir de agora, a AIDF funcionará como módulo do Sistema Integrado de Administração Tributária, SIAT. “Antes nós usávamos o banco de dados de outro órgão e tínhamos que imprimir os documentos em impressora matricial“ explicou Antônio Luis, diretor da UNITEC (Unidade de Tecnologia e Segurança da Informação).De acordo com Mercês Costa Pádua, auditora fiscal, com o SIAT os servidores da Sefaz vão ter um controle maior desse documento. “Hoje a AIDF passa a ser feita e controlada pelos fazendários. O processo é bem mais simplificado”, enfatizou.Além de toda a burocracia que existia, Antônio Luis afirmou que o custo para a Fazenda era alto por conta da necessidade de fazer pré-impressos em gráficas para, só depois, imprimir na matricial. “Com esse novo sistema, será impressa apenas duas vias em papel A4 normal. O servidor responsável pela operação vai receber do contribuinte o Pedido de Autorização de Impressão do Documento Fiscal, PAIDF, vai ao módulo do SIAT, chamado AIDF, registra a inclusão e imprime a autorização”, explicou.Por enquanto, o contribuinte ainda precisa ir até a gráfica e a Agência de Atendimento da Sefaz para pegar, respectivamente, o pedido e a autorização de impressão do documento fiscal. Mas, já está previsto para o próximo ano esse serviço via internet. O que mudou agora foi a agilidade desse procedimento. “Como o banco de dados passou a ser controlado somente dentro da Sefaz, só é preciso fazer um cadastro, ao invés de dois, não tem mais tanto trabalho, reduz custos e melhora a atividade dos servidores e contribuintes”, afirmou Antônio Luis.

CompartilheNas redes sociais
Outras EstaduaisDo dia 28 de November de 2008