Você está em:
Postado há . Atualizado há

5 dicas para tornar a primeira hora do seu dia mais produtiva

O que você faz assim que acorda pode tornar todo o seu dia muito mais proveitoso

Acordar cedo é um desafio para grande parte das pessoas. A manhã, geralmente, é um período caótico: relógio despertando, WhatsApp com milhares de mensagens, notificações de redes sociais, rotina dos filhos, monitoramento do trânsito, escolha de roupa e alimentação (quando tem) feita às pressas. Essas são as primeiras atividades às quais uma pessoa é exposta logo que levanta. Quanta energia é gasta só com isso?

O site Entrepreneur publicou um artigo sobre como a primeira hora da manhã pode influenciar diretamente o resto do dia. Para os empreendedores, todas as horas podem trazer novas possibilidades. A questão é: como capitalizar e aproveitar cada uma delas?

1 Trate-se como uma criança

O “medo da manhã” é uma espécie de ansiedade que provoca uma corrida mental: seu cérebro começa a catalogar todas as suas tarefas e também os desafios que você está enfrentando.

Primeiro, respire fundo. Em seguida, considere algumas pesquisas poderosas da neurocientista Lisa Feldman Barrett. Ela explica que essas emoções não são reflexões concretas da nossa realidade atual, mas palpites que nosso cérebro faz com base em experiências anteriores.

Nosso cérebro tenta prever essas sensações físicas, e muitas vezes erra o alvo, confundindo fome com preocupação, por exemplo. Antes de se afogar em pensamentos negativos, atenda às suas necessidades básicas: fome, sono ou chamados fisiológicos. Beba um copo de água, coma algo nutritivo, desfrute de um banho quente. Não deixe sua mente entrar em pavor ou ansiedade quando o problema for, na verdade, físico.

Talvez você queira saborear uma xícara de café apenas (Foto: Reprodução/Pexels)

2 Estabeleça seus rituais favoritos

Todos os dias surge uma nova dica do que fazer pela manhã para deixar o dia mais produtivo (você entenderá por que este texto não é um exemplo disso): ioga antes de amanhecer ou até mergulhar na água gelada são algumas das sugestões, mas isso não necessariamente é produtivo para todo mundo.

A primeira hora da sua manhã deve energizar você. Logo, priorize as atividades te acalmem e te animem. Pode ser meditação ou até mesmo arrumar sua cama. Talvez você queira saborear uma xícara de café apenas, não há regras. Depois, reflita sobre como essas atividades fazem você se sentir.

A eficiência também pode ser sua amiga. Planeje seu guarda-roupa na noite anterior ou uma vez por semana; prepare as refeições com antecedência e organize horários para atividades físicas em seu calendário. Assim você reduz o cansaço (e a tentação) de tomar decisões logo cedo e consegue transformar rituais em hábitos.

Se você conseguir fazer isso logo pela manhã, estará mais propenso a manter uma rotina (Foto: Pexels)

3 Mexa-se

À medida que o dia passa, fica mais difícil tomar decisões fatigantes, como ir à academia ou priorizar um alimento saudável. Se você conseguir fazer isso logo pela manhã, estará mais propenso a manter uma rotina.

Se a manhã simplesmente não funcionar, inscreva-se para uma aula de ginástica no final do dia e torne isso inegociável. De acordo com o site, estudos mostram que o exercício regular melhora a concentração, a memória, acelera o aprendizado, prolonga a resistência mental, melhora a criatividade, reduz o estresse e eleva o humor.

Como escreve o psicólogo Ron Friedman na Harvard Business Review, "ao invés de ver o exercício como algo que fazemos por nós mesmos - uma satisfação pessoal que nos afasta do nosso trabalho -, é hora de começarmos a considerar a atividade física como parte do próprio trabalho".

Tome uma tarefa crítica e a divida nas menores unidades possíveis de progresso (Foto: Pexels)

4 Lide com as tarefas críticas primeiro

Nosso cérebro está preparado para buscar satisfação imediata com recompensas de longo prazo. O site diz que novas pesquisas também mostram que temos mais chances de escolher pequenas tarefas com prazos urgentes do que tarefas importantes sem prazo. Temos que combater nossa própria biologia para ser produtivo.

Para enganar o seu cérebro, tente definir objetivos múltiplos. Tome uma tarefa crítica e a divida nas menores unidades possíveis de progresso. Em seguida, inicie cada tarefa, uma por uma.

Você também pode tentar a regra dos cinco minutos: escolha um projeto e comprometa-se a trabalhar nele por apenas cinco minutos. Depois pare, mesmo que você queira continuar. Essa técnica fortalece o impulso inicial e o prepara para retornar à tarefa em questão posteriormente.

A atenção plena pode incluir meditação, mas também pode significar escrita livre, ouvir música ou alongamento suave (Foto: Reprodução/Unsplash)

5 Seja intencional para desenvolver atenção plena

Há uma razão pela qual tantas pessoas praticam a atenção plena pela manhã: o cérebro é revigorado após uma noite de sono. A atenção plena pode incluir meditação, mas também pode significar escrita livre, ouvir música ou alongamento suave.

A atenção plena ajuda a promover a empatia e a capacidade de estar presente, o que é essencial para os negócios, mas também para uma vida satisfatória.

Assim como o exercício, a atenção plena reduz o estresse, melhora os resultados de saúde e pode fazer de você um líder melhor. Mais importante, ela define um tom positivo para o seu dia - e esse é um dos melhores investimentos que você pode fazer todas as manhãs.