Você está em:
Postado há . Atualizado há

INSS: saiba quanto ficará o seu salário após o novo desconto

A nova tabela implementada pela reforma da Previdência passa a valer a partir de março. Diferenças serão sentidas pelo trabalhador em abril

A partir de março, os salários dos trabalhadores com carteira assinada terão aplicados os novos descontos das contribuições previdenciárias instituídos pela reforma da Previdência. A diferença será percebida no pagamento de abril.

A nova tabela cria descontos que serão aplicados em cada fatia do salário e vai reduzir em quase R$ 45 o valor que alguns trabalhadores pagam hoje ao INSS. É o caso de quem recebe R$ 3 mil.

Já quem tem salário acima do teto da Previdência, R$ 5.839,45 atualmente, vai pagar R$ 40,21 a mais por mês.

As contribuições são obrigatórias e descontadas diretamente no salário dos trabalhadores para que tenham acesso a benefícios do INSS como aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença e auxílio-acidente, entre outros.

Confira qual alíquota seu salário se encontra e seu novo valor de contribuição.

Cálculo dos descontos

Após o pagamento da contribuição previdenciária, é feito o recolhimento do Imposto de Renda, que também é obrigatório e mensal. Os percentuais variam de 7,5% a 27,5%, a depender do salário recebido.

Depois de levantar todos os descontos oficiais, é preciso abater do salário do profissional benefícios como vale-refeição, vale-transporte, vale-cultura e coparticipação no plano de saúde, por exemplo.

Empréstimo consignado, faltas não justificadas, pensão alimentícia e contribuição sindical também são autorizados por lei a serem descontados no salário.

Calculando todos os descontos, o trabalhador chega ao seu salário líquido, que é o valor real do que vai receber na conta após o mês trabalhado.

Confira os novos descontos do INSS

Até um salário mínimo: 7,5%

Acima de um salário mínimo até R$ 2.000: 9%

De R$ 2.000,01 a R$ 3.000: 12%

De R$ 3.000,01 até o teto (de R$ 5.839,45, em 2019): 14%

As alíquotas efetivas, porém, são um pouco diferentes:

Até um salário mínimo: 7,5%

Acima de um salário até R$ 2.000: 7,5% a 8,25%

De R$ 2.000,01 a R$ 3.000: 8,25% a 9,5%

De R$ 3.000,01 até o teto: 9,5% a 11,69%

Veja as contribuições por faixa salarial:

Vale lembrar que trabalhadores que ganham até R$ 1.903,98 são isentos do imposto.

No cálculo há ainda a dedução do valor de R$ 189,59 para cada dependente que o segurado tiver.

Calcule o seu salário 2020

Veja o passo a passo para calcular o valor do seu salário de acordo com os novos valores de INSS:

1º passo: Subtraia o valor da sua contribuição ao INSS;

2º passo: Do resultado, aplique a dedução para cada dependente;

3º passo: Com o resultado encontrado, verifique na tabela do IR em qual faixa de descontos você está;

4º passo: Aplique o percentual correspondente à sua renda, após esses descontos. Depois, subtraia desse valor a parcela que precisa deduzir e descubra o desconto do IR;

5º passo: Pegue o valor do seu salário já com desconto do INSS e subtraia o desconto do IR;