Você está em:
Postado há . Atualizado há

DO BYTE AO ZETTABYTE, SÓ UM PULO QUÂNTICO

A sociedade de uma maneira geral está em transformação social constantemente, pois alguns países estão ainda no século passado,

“Nossa vida é uma constante aprendizagem, desde a fecundação até seu encontro celestial, apesar da exiguidade temporal seus valores e princípios precisam se atualizar constantemente.” (Elenito Elias da Costa e Levy da Costa Sales).

A sociedade de uma maneira geral está em transformação social constantemente, pois alguns países estão ainda no século passado, e outros estão muito á frente, os problemas sociais, econômicos, políticos e demais acontecem constantemente, desde que buscamos nos organizar politicamente, e trouxemos a evolução sociais atrelada a fatos políticos, grave ERRO.

O mundo globalizado com a Inteligência artificial não vai esperar que o ser humano se adaptasse á sua velocidade, mesmo por que temos ainda muitos agravos sociais a serem atendidos, e isso, é um obstáculo na busca dessa paridade (Homem – Inteligência Artificial).

“Do algoritmo convencional ao QUBITS, comprova o relativismo de sua pífia educação.”

Vemos com bastante preocupação o educando que será a geração profissional futura, sem os recursos básicos necessários para acompanhar essa evolução tecnológica, e acreditamos que esse LIXO em formação poderá se transformar como uma FÊNIX.

Façamos então uma breve análise da situação do brasileiro:

  1. Sem emprego;
  2. Sem Educação de Qualidade;
  3. Sem Saúde de Qualidade;
  4. Sem Infraestrutura;
  5. Sem conhecimentos da TI/IA;
  6. Sem conhecer outro Idioma;
  7. Sem Criatividade;
  8. Sem bom relacionamento humano;
  9. Sem conhecimentos práticos;
  10. Economia em recuperação.

Em consequência podemos esperar;

  1. Maior insegurança;
  2. Maior violência urbana;
  3. Trabalho informal;
  4. Maior frustração;
  5. Maior probabilidade de adquirir moléstias e doenças;
  6. Maior contingente de marginalidade.

O Brasil passa por momentos especiais e perigosos, pois a Economia está exigindo mais investimentos externos, mas sabemos que a CHINA é a maior parceira comercial, e diante desse VIRÚS é entendível essa consequência.

A situação do nosso SISTEMA com dilema existente entre Executivo, Legislativo e Judiciário, deixa os agravos sociais em segundo plano, já que eles de digladiam entre si, na busca de abocanhar parte do ORÇAMENTO.

Estamos em pleno ano eleitoreiro e temos a possibilidade de proceder à mudança necessária, basta que votemos com consciência, pois hoje, todos os partidos existentes e todos os representantes eleitos perderam o conceito de REPRESENTABILIDADE de que trata a Parágrafo Único do Artigo 1º. Da nossa Constituição Federal.

A nossa escola e universidade não consegue formar um profissional que possa se inserir no Mercado Globalizado e que entenda das implicações da Inteligência Artificial, e esse gravame em sua formação deixará uma estatística decadente.

A concorrência global tende a exigir das empresas mais investimento para sua sustentabilidade e continuidade e a Economia não satisfaz a elevação do faturamento que com elevação dos CUSTOS e DESPESAS fragilizam ainda mais seus resultados, fazendo com que haja maior DEMISSÃO para sua adequação.

Com a nanotecnologia, robotização e automação, em sinergia com a TI e a IA o investidor ou empresa busca sua manutenção para não fechar ás portas, mesmo assim não será suficiente, já que sabemos que há outras variáveis nesse sistema que implicam em seus resultados positivos.

O FUTURO não se apresenta com bons ventos, mesmo sabendo que somos o celeiro do mundo, temos água em abundância, temos riquezas naturais, terras férteis e mão de obra barata, pois somos produtores de uma economia PRIMÁRIA, e utilizamos as COMMODITIES para negociar em bolsa de valores, não tem gerado ganhos suficientes para estabilizar a Economia.

“Hoje, o INVESTIMENTO no Brasil está sob RISCO de DESÁGIO, haja vista a oscilação e volatilidade dos fatores: SOCIAL, POLITICO e ECONÔMICO.”

Cometemos o ERRO de vincular a vida e o progresso em um SISTEMA maculado por POLÍTICOS que não conseguem visualizar as consequências de seus atos e após eleitos, se coadunam com a marginalidade desse sistema decadente, que já provou que não respeita nenhuma representação.

“Sem sólidos investimentos em EDUCAÇÃO, nenhum país consegue se estabilizar sob qualquer temática, lamento, mas se não houver mudança radical estaremos fadados a sermos uma Nação sem FUTURO, ou mesmo PRESENTE.”

O TEMPO é nosso obstáculo nesse momento, pois essa letargia nos levará ao epitáfio dessa Nação.

A maioria de nossos educandos e profissionais não gostam de LER, obviamente tem sérias fragilidade em se expressar ou mesmo escrever, mesmo em Português seu idioma pátrio, imaginem falar, escrever ou ler em INGLÊS ou MANDARIM, que são os idiomas mais utilizados.

Somos uma Nação conformada com o destino de que a MORTE é recebida de boca aberta.

Sabia que seu irmão menor, seu filho, seu neto, correm sério RISCO de conviver numa sociedade, com exigências sociais que podem deprimi-los¿.

Enquanto o Mundo fala em INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, ou mesmo INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL QUÂNTICA, nós somos torcedores de futebol, foliões de Carnaval, conformados em nossa RELIGIÃO, bebendo, dançando, comendo churrasco, sem nenhuma preocupação com o FUTURO que já é PRESENTE.

“A vitimização é uma consequência lógica de uma Nação, que NÃO recebe o retorno de seus tributos pagos, esse conformismo e sua letargia formarão seu epitáfio.”

AUTORES: ELENITO ELIAS DA COSTA e LEVY DA COSTA SALES.

CompartilheNas redes sociais