Você está em:
Postado há . Atualizado há

Empreendedorismo e o fundamental papel do Contador como Consultor

O Brasil hoje é o país mais empreendedor do mundo. “Quando comparado a países que compõem o Brics

O Brasil hoje é o país mais empreendedor do mundo. “Quando comparado a países que compõem o Brics, o Brasil é a nação com a maior taxa de empreendedorismo, ficando quase oito pontos percentuais à frente da China, com uma taxa de 26,7%”, ressalta Luiz Barreto, presidente do Sebrae. A Índia tem uma taxa de empreendedorismo de 10,2%, a África do Sul de 9,6% e a Rússia de 8,6%. O número de brasileiros que já têm uma empresa, ou que estão envolvidas na criação de uma, é superior, também, a países como Estados Unidos (20%), Reino Unido (17%), Japão (10,5%), Itália (8,6%) e França (8,1%).

Três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio. Em 10 anos, essa taxa de empreendedorismo saltou de 23%, para 34,5%. Deste total, metade corresponde a empreendedores novos – com menos de três anos e meio de atividade – e a outra metade aos donos de negócios estabelecidos há mais tempo. Os dados são da nova pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizada no Brasil pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP).

O conhecimento dessa realidade é muito importante para o Contador, pois se o número de empreendedores cresce, a demanda também cresce. Quanto mais empreendedores surgirem, mas os Contadores precisarão investir em relacionamento e consultoria para que estas novas empresas tenham sucesso.

Nesta palestra apresentada no Fórum SPED 2015, em Porto Alegre/RS, explano que apesar do ambiente propício, o empreendedor brasileiro sofre com a alta carga tributária, burocracia e despreparo, e como o contador pode agir nessas situações, sendo cada vez mais um consultor de negócios, a fim de oferecer serviços que auxiliem o cliente e promovam o sucesso do seu negócio.

Roberto Dias Duarte

Administrador de empresas, empresário, professor, autor da série de livros “Big Brother Fiscal” (o primeiro livro sobre SPED no Brasil). Sócio e presidente do Conselho da NTW Contabilidade, a primeira e maior rede brasileira de franquias contábeis.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 16 de June de 2015