Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

BA - Sefaz participa do IV Encontro de Economia Baiana

A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia irá participar do IV Encontro de Economia Baiana, que será realizado nos dias 16 e 17 de setembro no Hotel Fiesta, em Salvador, e tem como tema central de 2008: "Políticas públicas e desenvolvimento econômico". O secretário da Fazenda, Carlos Martins, participará amanhã (16) da abertura do evento, a partir das 9h. Confira, abaixo, a matéria do Encontro.Políticas públicas e desenvolvimento em debateCom o tema central "Políticas públicas e desenvolvimento econômico", o IV Encontro de Economia Baiana, já consolidado no calendário acadêmico, será realizado nos dias 16 e 17 de setembro no Hotel Fiesta, em Salvador. O economista Francisco Cruz Teixeira, assessor da presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), profere a palestra inicial sobre "Política de desenvolvimento produtivo e o comércio exterior brasileiro". Estão confirmadas as presenças do governador Jaques Wagner, secretários Carlos Martins, da Fazenda, e Ronald Lobato, do Planejamento, do reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Naomar Almeida Filho, do presidente da Desenbahia, Luiz Alberto Petitinga, e do diretor-geral da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais do Estado (SEI), Geraldo Reis.O professor do Curso de Mestrado em Economia da UFBA, Paulo Balanco, vai apresentar o tema "Bahia, desenvolvimento e políticas públicas: a necessária adequação entre o Local e o Global". Na tarde do primeiro dia, em quatro mesas temáticas, serão apresentados e debatidos trabalhos sobre turismo na Bahia, economia regional, fruticultura irrigada, redes produtivas globais, indústrias baianas de fertilizantes, infra-estrutura e, ainda, o papel dos governos locais na geração de emprego e renda.Política EnergéticaNo segundo dia, o Encontro recomeça às 9 horas com a palestra do gerente Executivo de Desenvolvimento Energético da Petrobras, Mozart Schimitt, sobre "Política energética brasileira e impactos para a Bahia". Em seguida, serão formadas mais quatro mesas temáticas. Elas retomam os debates sobre economia baiana, arranjos produtivos locais, nova geografia econômica e inovação tecnológica.À tarde, a partir das 14 horas, os debates enfocarão temas como criminalidade, política de valorização do salário mínimo, ensino público fundamental, financiamento do desenvolvimento regional, inadimplência ao crédito rural na fruticultura irrigada e competitividade na área dos fertilizantes.A palestra de encerramento fica a cargo do professor de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fernando Cardim, sobre o tema "Inovações financeiras e desenvolvimento econômico brasileiro". Ao final, serão entregues os prêmios de R$ 5 mil concedidos aos melhores artigos sobre os temas "Políticas Públicas" e "Financiamento do Desenvolvimento".