Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Prazo prescricional do direito de ação em acidente de trabalho só começa a fluir a partir da consoli

O termo inicial para contagem do prazo extintivo do direito de ação de indenização por acidente de trabalho se dá a partir da consolidação da lesão. Foi essa a decisão dos Desembargadores da 8ª Turma do TRT-RS, que com base na Súmula 278 do STJ, rejeitaram argüição da empresa de prescrição do direito de ação de empregado que sofreu acidente de trabalho.De acordo com o acórdão, cabe ao empregador provar que a consolidação da lesão tenha se dado em momento anterior à concessão da aposentadoria por invalidez. A relatora do acórdão, Desembargadora Carmen Gonzalez, ressalta que a pretensão indenizatória por dano decorrente de moléstia ou de acidente de trabalho tem natureza civil, e não trabalhista, aplicando-se o prazo prescricional da lei civil, de três anos, a teor do artigo 206, parágrafo 3°, V, do Código Civil. Da decisão, cabe recurso.