Você está em:
Postado há . Atualizado há

O que os PJs precisam saber sobre retiradas da empresa

Você trabalha duro, empreende, faz das "tripas o coração"

Você trabalha duro, empreende, faz das "tripas o coração" para o seu negócio dar certo e então tudo começa a fluir muito bem. A empresa começa a dar lucro e chega o momento de colher os frutos de tanto esforço. Tudo merecido e justo, mas é bom ter atenção na hora de sacar dinheiro do seu negócio.

Para a sócia fundadora do Contabfácil, Karina Meinberg, é possível ter uma empresa e fazer retiradas sem problemas com o Fisco:

"Pode sim fazer retirada de dividendos sem nenhum problema. Mas para tanto é preciso que a empresa esteja tendo lucro, obviamente. Se for uma empresa Pessoa Jurídica, a chamada PJ, isso sempre acontece. Nestes casos específicos o Fisco entende que é possível retirar da sua empresa como dividendos, sem tributação na Pessoa Física, o limite de presunção do faturamento. No caso de empresas de serviços, este percentual é de 32% ."

Karina explica que na prática as PJs pagam imposto e contador, sendo que o resto é 100% lucro registrado como dividendos:

"Para que este valor não seja tributado, a pessoa precisa, obrigatoriamente, ter um balanço assinado por um contador. Quase ninguém sabe disso e na prática a fiscalização é muito pequena, mas o risco existe" finaliza.

A opção mais indicada para isso é uma contabilidade online que faz todo serviço de um contador tradicional por um preço sensivelmente menor. Para pjs em que cada centavo faz diferença no resultado final, vale muito a pena.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 24 de October de 2018