Você está em:
Postado há . Atualizado há

Com terceirização empresas tornam-se mais especialistas em suas áreas

Com a terceirização, algo realmente mudou?

Será que desde que o Plenário da Câmara aprovou o Projeto de Lei 4302/98 em julho de 2017 permitindo o uso da terceirização em todas as áreas de qualquer empresa (tanto na atividade-fim quanto na atividade-meio) algo realmente mudou? Passados nove meses de toda aquela polêmica, já é possível fazer uma análise de como o mercado absorveu esta importante mudança.

Letícia D'Moura, coordenadora de negócios da RH Nossa, lembra que o mercado de trabalho terceirizado já estava bastante aquecido principalmente nas empresas de grande porte que sempre trabalharam com esta modalidade de contratação, antes mesmo de todas essas mudanças da lei.

O que a mudança na legislação fez, foi dar a opção de terceirizar outras áreas para que as empresas possam manter seus funcionários focados apenas no que interessa. No entanto, a especialista explica que a maioria das vagas terceirizadas ainda gira em torno de áreas operacionais, administrativas e as chamadas facilities que englobam limpeza e conservação:

"Foram mudanças recentes bem importantes envolvendo a terceirização da atividade-fim e a reforma da lei trabalhista. Justamente por ser algo novo há um pouco de insegurança das empresas em tomar algumas ações imediatas. Mas este cenário está mudando aos poucos e a expectativa é que no segundo semestre deste ano tenhamos um crescimento maior na procura pela terceirização de todas as áreas".

Ajudando na gestão

Até então, as empresas de grande porte precisavam ter uma estrutura enorme de funcionários para diversos setores que não tinham relações diretas com o produto ou serviço final. Uma grande vantagem da terceirização é permitir a seleção de analistas e cargos bem específicos ligados com a gestão, desafogando o quadro de funcionários das empresas - e, é este o ponto que está começando a chamar a atenção: A terceirização, já está presente na ações operacionais, agora avança para outros cargos

"Isso é um movimento natural, pois a tendência é que as empresas se tornarem especialistas em suas áreas de atuação. Em uma companhia de telefonia, por exemplo, os funcionários próprios trabalharão voltados para a sua atividade, e a execução de outras tarefas passa a ser de responsabilidade da terceirizada, por exemplo. É um facilitador de gestão para a empresa que terá vários parceiros em diversas áreas e assim poderá se preocupar em focar apenas na sua atividade principal" completa a especialista.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 20 de April de 2018