Bem vindo ao site de contabilidade da Sua Empresa

Área do Cliente

Área do administrador

Principais erros na contabilidade que precisam ser evitados

Conhecer erros contábeis comuns em empresas e o importante papel do contador são fundamentais

É dever do empreendedor conhecer todas as áreas relacionadas ao seu negócio, independentemente da sua familiaridade com as práticas do setor. A contabilidade, por exemplo, é uma área que não costuma receber muita atenção de empresários, por ser bastante burocrática.

O empreendedor que não lida com essa área provavelmente comete erros contábeis que irão prejudicar o seu negócio.

Dessa forma, conhecer os erros contábeis é uma ótima forma de se precaver. Com organização e a experiência, ainda que teórica, é possível se preparar melhor quanto à sua atuação para oferecer um trabalho ainda mais qualificado.

No entanto, muitas vezes é difícil ter conhecimento de tudo e entender todos os trâmites envolvidos na administração empresarial, principalmente na gestão financeira e contábil, que pode ser um pouco complicada para quem não é especialista.

A seguir, listamos os principais erros que não podem acontecer no seu negócio. Acompanhe!

Principais erros cometidos na contabilidade

Não ter um bom contador para orientar

Um bom contador é essencial na rotina de uma empresa. Não é aconselhável que o próprio gestor, que já é responsável por várias funções na companhia, também fique encarregado pelas atividades fiscais, principalmente pela falta de conhecimento necessário para que tudo seja realizado conforme a lei e princípios contábeis.

Uma equipe qualificada poderá cuidar de tudo com foco e atenção, além de dar todas as orientações possíveis sobre a manutenção e a organização dos documentos fiscais, resolução de imprevistos etc.

Não atualizar lançamentos e conciliações

Não atualizar lançamentos e conciliações é um erro contábil frequente. Ele pode ser cometido devido à desorganização ou à falta de tempo do empreendedor.

Passar um longo período sem realizar essa atividade impactará negativamente a tomada de decisão, que deve ser realizada com os relatórios e demonstrativos financeiros atualizados.

Cálculos falhos, informações desatualizadas, erros de digitação e falta de revisão das informações lançadas podem dar origem a diversas falhas e prejuízos financeiros para a empresa.

Não emitir notas fiscais

Embora seja um processo relativamente simples na atualidade, devido à forte tendência da automação, muitas empresas ainda negligenciam a emissão de notas fiscais em suas atividades, abrindo margem para uma série de complicações com os órgãos fiscalizatórios.

No mesmo sentido, comuns também são os erros nos processos de emissão de documentos fiscais, como falhas no preenchimento, descrições equivocadas, além de cálculos em desconformidade com a legislação.

Tudo isso pode gerar graves prejuízos para a empresa, sobretudo com o pagamento a mais de tributos, multas por descumprimento de regras e prazos, restrições de diferentes naturezas e até mesmo sanções de cunho penal, que podem expor a imagem do negócio.

Portanto, o ideal mesmo é modernizar os processos contábeis da empresa, investindo em soluções capazes de automatizar o processo de emissão e gestão de documentos fiscais — conforme os próprios órgãos públicos têm incentivado —, simplificando essas atividades e eliminando riscos de erros.

Lembre-se: a fim de evitar qualquer problema contábil, é muito importante emitir as suas notas fiscais corretamente, pois além de permitir o pagamento de impostos, elas facilitam o trabalho da sua gestão financeira.

Não documentar e analisar resultados corretamente

A documentação e a análise de informações não são processos triviais. Na verdade, elas fomentam a tomada de decisões mais precisas, pois mostram se os resultados foram positivos ou não. Ao não realizá-las, você comete um grave erro contábil. Desse modo, produza relatórios específicos para cada setor do seu negócio, inclusive sobre os tributos pagos e as notas fiscais emitidas, por exemplo.

A partir disso, você amplia o seu campo de visão sobre o presente e o futuro da empresa e consegue ser mais eficaz em sua rotina.

Não realizar um planejamento tributário

Em um país onde se pagam muitos tributos, você não pode se esquecer de realizar um planejamento tributário em sua rotina empresarial. Ele é uma ferramenta que ajuda a encontrar as condições e os prazos ideais na hora de pagar tributos, sempre dentro da legalidade.

O empreendedor que não planeja o pagamento de tributos onera o orçamento, paga mais do que precisa e não respeita as exigências tributárias. Desse modo, faça o seu planejamento tributário, reduza custos e diminua os processos burocráticos em sua companhia.

Erros de cálculo

Atualizar os livros contábeis é uma prática que exige cuidado e paciência. Quando não há uma revisão dos valores lançados, as chances de problemas são ainda maiores.

Erros de digitação ou a falta de conferência das informações podem gerar uma série de outras falhas que resultaram na incoerência dos cálculos, causando danos irreparáveis, além da onerosidade pela necessidade de contratar profissionais para solucionar a questão.

Misturar finanças pessoais com as empresariais

Misturar orçamentos pessoais e empresariais é um dos principais erros contábeis cometidos. Com o acúmulo de tarefas ou a falta de capital, a separação dessas quantias acaba não sendo feita.

No entanto, cometer essa falha por um longo tempo pode levar o negócio à falência, já que o empreendedor pode perder o controle das finanças pessoais e empresariais, impossibilitando projeções futuras, as quais podem influenciar o fluxo de caixa e a sobrevivência do negócio.

Não utilizar a tecnologia

Deixe de lado os papéis e utilize a tecnologia. Atualmente, computadores, internet e outros componentes tecnológicos são instrumentos básicos para produzir mercadorias de qualidade e prestar um serviço eficiente.

Um erro de contabilidade comum está na realização de tarefas manuais. Atualmente é possível introduzir tecnologias em vários setores com emissor de notas fiscais e softwares desenvolvidos para diversas áreas de negócio. Converse com seu contador e se atualize.

Não se atualizar

A falta de atualização é um pecado mortal neste ramo contábil. Pode prejudicar tanto o crescimento profissional individual quanto o desenvolvimento contábil. A todo momento a legislação tributária e financeira do Brasil é modificada.

Mudanças nas normas ocorrem a todo o instante. Basta uma alteração para que surja a possibilidade de diversos modos de operação no controle de custos e despesas dos empresários. E se a contabilidade não se mantém atualizada frente a tantas alterações, é mais fácil cometer erros contábeis.

Newsletter