Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Perspectiva de inadimplência das empresas recua 4%

ndice ainda permanece acima do nível cem, o que mostra um movimento superior aos patamares médios históricos

A perspectiva de inadimplência das empresas recuou 4% em janeiro de 2010, tomando como base dezembro. De acordo com pesquisa da Serasa Experian divulgada nesta segunda-feira (15), o indicador atingiu o patamar de 111,1, registrando a oitava queda mensal consecutiva.

No entanto, o índice ainda permanece acima do nível cem, o que mostra um movimento superior aos patamares médios históricos — situação que deve permanecer ao longo de todo o primeiro semestre de 2010. Os valores devem convergir para normalidade apenas a partir do segundo semestre

Conforme informou a instituição no documento de divulgação do estudo, o resultado revela que o índice de não-pagamento junto ao sistema financeiro (saldo das operações de crédito com atraso superior a 90 dias), após ter registrado uma ligeira elevação em janeiro de 2010, conforme relatório divulgado pelo Banco Central – de 3,76% em dezembro de 2009 para 3,80% no mês seguinte –, tende a retomar sua trajetória de redução gradual ao longo do primeiro semestre de 2010.

 

Os indícios de diminuição do ritmo do crescimento econômico nestes primeiros meses de 2010, emitidos especialmente pelo setor industrial, não apenas por certa redução da taxa de expansão do consumo interno de bens duráveis, mas também pela lentidão do desempenho econômico dos países desenvolvidos, propiciam a formação de um cenário de redução gradual, porém consistente, dos níveis de inadimplência das empresas.