Você está em:
Postado há . Atualizado há

Brasileiros (as) habitam a terra do nunca jamais

Os fatos que assolam a sociedade brasileira, motivado pela excelente competência e honestidade dos poderes constituídos

“A sociedade brasileira, sem educação, sem saúde, sem emprego, sem esperança, sem coragem, sem valores e sem princípios, habita a terra do NUNCA JAMAIS, será uma NAÇÃO, conforme fábula infantil do escritor escocês, J M Barrie”.(Elenito Elias da Costa)

Os fatos que assolam a sociedade brasileira, motivado pela excelente competência e honestidade dos poderes constituídos, quais sejam, executivo, legislativo e judiciário, demonstram com clarividência o futuro que aguarda essa geração e a geração futura, caso não tome AÇÃO e ATITUDE que possa interromper o processo de deterioração que o sistema adotou.

Observo com bastante particularidade esse sistema atual se adequando ao idealizado por Mikhail Bakunin e Tolstoi, vitimando essa sociedade que não procurou se safar desses grupos.

A omissão ou mesmo a atitude de nada fazer, deverá defenestrar um período de sofrimento e dor, que refletirá na geração futura, e continuará alimentando o sistema decadente em vigor.

Se houver a Reforma Política, ela será a última, e obviamente deverá iludir essa sociedade que fatalmente deverá pagar a conta e se deixará levar por uma estratégia ardilosa e dolosamente orquestrada por seus idealizadores.

Devemos entender que sem uma EDUCAÇÃO DE QUALIDADE e demais ausência de combate aos agravos suplementares só fragilizam essa sociedade deixando-a ser envolvida por vivaldinos de plantão.

As Reformas aprovadas e as que estão por vir ou em fase de aprovação, nenhuma delas têm o foco de conter os agravos ou mesmo atenuá-los, mas sim, denegrir e exigir esforços para o pagamento da divida pública.

O nível de fragmentação de qualidade do serviço público deixa fragrante a exposição e a necessidade de que passam essa sociedade, que nada pode fazer, haja vista a ausência de valores, princípios, caráter e personalidade que impera em seu seio.

Não há nada que possa mudar esse quadro, nem Deus, nem as Estrelas, pois há determinados destinos que a sociedade deve traçá-los, se optou por nada fazer é que isso a satisfaz.

Ressalto que a FÉ é usada para justificar o sofrimento em detrimento a uma minoria privilegiada, se aproveitando do subdesenvolvimento de determinadas sociedades, que com a ausência da qualidade educacional os mantém lacaios.

Talvez não sejamos dignos de habitar esse país, e essa talvez seja a única explicação para justificar essa inépcia, negligência, letargia que assolam essa população.

Lembro nesse momento a fábula escrita por La Fontaine, A CIGARRA E A FORMIGA, ou seja, a maioria da população escrava trabalha para a minoria dominante.

No caso particular de um determinado país, se o furo é no valor de 139 bilhões como só a majoração dos PIS/COFINS e CIDE sobre os combustíveis que perfaz o valor de 10 bilhões poderá conter essa diferença, é óbvio que deverá prescindir da majoração ou criação de novos tributos, já que há governo que não menti e tem apoio da bestialidade de uma sociedade letárgica que nem consegue raciocinar o básico.

Talvez tenham eles razão para tal feito, haja vista o nível e a qualidade da massa adestrada e domada, pela minoria dominante.

Me, preocupa, aqueles que não estão se capacitando e se qualificando para enfrentar a seletividade do mercado, achando talvez que sua atual formação se faz bastar, ledo engano, mas lembro que o sistema também se alimenta daqueles que assim pensam, mas de modalidade somente estatística laboratorial negativa.

Os fatos aqui elencados dizem respeito a fatos e países da TERRA DO NUNCA, não podendo ser comparado por mais inocente que sejamos com qualquer autoridade, sociedade, poderes de qualquer país existente no globo terrestre.

Se por acaso, o presente artigo lhe afetou, peço que me desculpe antecipadamente, assim como é meu desejo análogo a qualquer pessoa física e jurídica que possa se sentir ofendida pelo presente, informo que o presente é somente um devaneio ou espasmo motivado por perturbações psicossomáticas.

AUTOR: ELENITO ELIAS DA COSTA, só um ser com educação diferenciada.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 26 de July de 2017