Você está em:
Postado há . Atualizado há

O que somos hoje nos revela o que seremos

Após estudos e observações dos fatos que nos assolam, sejam no Brasil ou no Exterior

“Nossa educação superior com qualidade nos capacita a enfrentar um FUTURO de incertezas inserido numa economia globalizada, agora podemos IMAGINAR AQUELE QUE NÃO INTEGRARÁ ESSE FUTURO”. (Elenito Elias da Costa)

Após estudos e observações dos fatos que nos assolam, sejam no Brasil ou no Exterior, devemos proceder a um Planejamento que nos possibilite entender que num FUTURO breve o mercado laboral estará muito MAIS SELETIVO, e com toda certeza e bom senso devemos ainda entender que a EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, fará a diferença, pois a única coisa CONSTANTE EM NOSSA VIDA é a MUDANÇA.

O Brasil com suas reformas hão de exigir um profissional muito mais capacitado e qualificado para atender o mercado laboral, e os profissionais autônomos devem está muito mais preparados.

Temo que diante dos fatos concretos muitos buscarão a economia informal para manter a sua sobrevivência outros a marginalidade com todas as suas variáveis.

A Tecnologia da Informação, agregada ao conhecimento de outros idiomas, e de conhecimento técnico específicos devidamente atualizados indicarão a tônica da performance profissional, já que o número de empregos tende a diminuir agressivamente pois todas as empresas só contratarão colaboradores que tenham competências e habilidades e eixo prático em sintonia com o mercado laboral.

Outra observação relevante é a tentativa de obter uma APOSENTADORIA, que diante do atual quadro é no mínimo fantasioso e lúdico, essa pretensão, outro fator é a reforma TRABALHISTA que obviamente nos trará dissabor e diferenças fundamentais, mas não se preocupem ainda há a TERCEIRIZAÇÃO para sua sustentabilidade e sobrevivência.

Nosso SISTEMA que privilegia O PODER ECONÔMICO nos diz em alto e bom som, se não tiveres CAPITAL, não terás vida fácil, o exemplo que todo dia a mídia nos informa é que o CAPITAL é o foco, pois seus valores e princípios de nada valem.

O brasileiro perde tempo em acreditar em melhorias derivativas dos PODERES CONSTITUÍDOS, a minoria castra que tem o PODER não tem pretensão de distribuir renda aos demais, pois isso trará igualdade de condições sociais que podem impactar o “status quo” da elite do sistema.

A CORRUPÇÃO e a PROPINA não serão interrompidas por qualquer operação LAVA A JATO, sofrerão somente um hiato de transparência para um maior retorno desses males que dilacerarão nosso futuro.

Seu FUTURO depende do seu PRESENTE, e sua AÇÃO ou OMISSÃO poderá direcionar o que deseja ser no futuro, lembro que o VERDE que representa nossas matas e florestas inseridas em nossa bandeira provavelmente lhe representará, ou mesmo em planilhas ou gráficos estatísticos que possam representar a massa de néscios que labuta nesse país.

Um país em que uma insignificante minoria, travestida de PODERES CONSTITUÍDOS, assalta o Erário de um país e a população nada faz, é prova concreta de nossa bestialidade e idiotice.

Somos uma Nação que vivencia a tragédia de HAMLET (Willian Shakespeare), nos transforma em O IDIOTA (Dostoievsky) e nos dirige ao INFERNO de Dante Alighieri e mais vorazmente ao INFERNO de Dan Brown, mesmo sabendo que O CAPITAL de Karl Marx tem uma versão mais moderna de O CAPITAL DO SÉCULO XXI de Thomas Piketty, mas só podemos entender se tivermos uma educação de qualidade quando o SISTEMA declina para Mikhail Bakunin e Tolstoi, já que nos esquecemos dos ensinamentos de PLATÃO.

Resumindo, se estiver cursando qualquer curso superior de graduação, especialização e até mesmo de pós-graduação, e NÃO TENHA PROFESSORES QUE LABUTAM NA ÁREA, NÃO ESCREVAM ARTIGOS, NÃO TENHAM LIVROS PUBLICADOS, NÃO SEJAM PALESTRANTES, E NÃO TEM PROJETO PARA LHE OFERECER EM SUAS VIDAS, você será só mais um PRODUTO PATÉTICO com DIFICULDADES em seu FUTURO com sérias probabilidades de se tornar um ruminante.

Mas não devemos temer, pois ainda temos a liberdade de escolher o que desejamos inserir em nossa lápide fincada acima de nossa morada eterna, cujo corpo “poderá” adubar a fertilidade do solo com a nossa massa que ocupava um vácuo no espaço sideral (Do pó ao pó).

A vida nos oferece ESCOLHAS, uns servem á Deus, outros ao concorrente.

Desculpa, não desejei ser indelicado ou inoportuno, mas simplesmente tentei abrir sua, digamos, “inteligência” para uma reflexão racional do futuro que nos espera, considerando a nossa inércia, inépcia e negligência atual.

AUTOR: ELENITO ELIAS DA COSTA, um ser com educação diferenciada.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 12 de June de 2017