Você está em:
Postado há . Atualizado há

Pesadelo para muitos, preço justo é o sonho de todos

Eu não me canso de escrever sobre precificação e acredito que você deseja ardentemente meios que proporcionem condições claras

Fonte: O Autor

Resumo:

Eu não me canso de escrever sobre precificação e acredito que você deseja ardentemente meios que proporcionem condições claras, seguras e práticas para colocá-la em ação. Transforme este sonho em realidade antes que ele se torne um pesadelo.

Tags: precificação, honorário, lucro, contabilidade, empresário, tempo, valorizar, justo, custo, pesquisa, inadimplência, preço, serviço, contador, livro, dinheiro, cliente, palestrante, pensar.

Descrição:

A assertividade na definição do preço é a base para construir um empreendimento de empregos bem remunerados, serviços de qualidade, clientes satisfeitos e investidores felizes. Talvez fosse necessária uma cadeira específica de precificação nas universidades, para que a definição do preço justo (aquele que serve para o cliente e rende lucro ao vendedor) seja uma missão agradável. É sabido que o processo de etiquetar mercadorias ou serviços precede de estudo detalhado do mercado, dos valores percebidos pelos clientes e dos diversos custos, pois é o momento que permite incluir o lucro.

Tomemos como exemplo o investidor no ramo da contabilidade. Para chegar à condição de empresário ele teve de investir ao menos quatro anos nos bancos de uma universidade e outros tantos como empregado para conhecer os serviços na prática. A pergunta é: neste percurso, quanto tempo ele dedicou para compreender a metodologia de definir o preço de venda? Colocar um produto no mercado depende basicamente do cumprimento das seguintes etapas, não exatamente nesta ordem: conquistar o cliente (comercial), fabricar o produto ou serviço (produção), definir o preço e gerir o negócio (administração/financeiro).

Para a área comercial normalmente contratam-se e qualificam-se profissionais para o bom desempenho da função. Se a empresa ainda não apresenta condições de contratá-los, um dos sócios, após alguns treinamentos, ocupa-se da função. O mesmo acontece na produção, no financeiro e na administração. Mas quem é que define o preço? Qual é o treinamento que esta pessoa recebeu? Há métodos seguros e o lucro é conhecido?

É sabido que se o critério da precificação for inseguro, ainda que todos os demais setores atuarem bem, a empresa poderá enfrentar sérios problemas para manter-se competitiva. A dificuldade não aparece somente quando o vendedor comercializa os produtos ou serviços por preços aviltantes, pois o contrário também impossibilita negócios. Preços sem base segura provocam noites mal dormidas e até pesadelos que se estendem durante o dia, semanas, meses, anos e, em casos mais graves, a vida toda de empresário. A boa notícia é que o pesadelo pode acabar de uma hora para outra: basta desistir de ser empresário. Adeus, noites mal dormidas e preocupações com preço.

Aprender a precificar é outra maneira de colocar fim aos intermináveis pesadelos. Para tanto é preciso conhecer metodologias de precificação e custeio dos produtos e serviços para identificar e eleger aquela que melhor se adequa à sua realidade. Participar constantemente de encontros com outros empresários para trocar informações garante o estudo contínuo e, portanto, o conhecimento de novas ferramentas que trarão segurança e garantia de preços justos.

Nos últimos três anos, seminários e cursos de precificação que tiveram início no Paraná se espalharam para todo o país, o que é um privilégio e deve ser assim entendido pelos empresários contábeis. Em fevereiro mais um encontro será promovido pelo Sescap/PR em Curitiba (http://sescap-pr.org.br/meetingempresarial/), que contará com o painel Precificação dos Serviços Contábeis. Estes eventos reúnem empresários preocupadíssimos com o destino dos seus negócios, pois chorar pelo leite derramado é inútil. Basta ver a reação dos taxistas depois da entrada do Uber.

Sonhar é bom, não realizar é um tormento. Conhecer os métodos da precificação transforma a aparente dificuldade numa tarefa como qualquer outra, mas com a grande satisfação de saber o que está sendo feito.

Gilmar Duarte é palestrante, contador, diretor do Grupo Dygran, autor dos livros "Honorários Contábeis" e “Como ganhar dinheiro na prestação de serviços” e membro da Copsec do Sescap/PR.

15/01/2017

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 19 de January de 2017