Você está em:
Postado há . Atualizado há

Alô Brasil, aqui tem superação

Será que a lâmpada vem para ficar debaixo de uma caixa ou debaixo da cama?

Evangelho (Mc 4,21-25): Jesus dizia-lhes: «Será que a lâmpada vem para ficar debaixo de uma caixa ou debaixo da cama? Pelo contrário, não é ela posta no candelabro? De fato, nada há de escondido que não venha a ser descoberto; e nada acontece em segredo que não venha a se tornar público. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!»

Jesus dizia-lhes: «Considerai bem o que ouvis! A medida que usardes para os outros, servirá também para vós, e vos será acrescentado ainda mais. A quem tem, será dado; e a quem não tem, será tirado até o que tem».

A MAIOR EMPRESA DO Brasil, a PETROBRAS, resolve publicar seus Demonstrativos Contábeis e Financeiros do 3º. Trimestre de 2014, sem considerar o prejuízo da Operação Lava Jato e sem o aval da empresa de auditoria externa.

Ressalta que registrou um LUCRO, de R$3 bilhões, mas não considerou os R$ 88 bilhões da Operação Lava Jato, e isso poderá comprometer o seguimento de investimentos em determinados projetos já iniciados.

Informar que tem dificuldade em quantificar o “desembolso” que alcançou a cifra de R$ 88,6 bilhões por prestações de serviços “ocultos”, mas verossímeis.

Informa ainda que ira se aconselhar com a CVM (Brasil) e a SEC (Americana) para os procedimentos suplementares, já que os demais órgãos normatizadores e reguladores, tais como, Academias, Universidades, Faculdades, Conselhos, Sindicatos, Associações, Professores, Pesquisadores, Profissionais e demais, existentes no Brasil nada tem a oferecer para ajudar a sanar o “pequeno deslize”.

É fato que os valores internos, ou seja, presumíveis valores foram para o ralo e nesse momento não tem crédito.

Será que estamos mais próximo da “Teoria do Caos” que da “Teoria da Mais Valia”?

Diante dos fatos o valor de mercado da PETROBRAS vale hoje R$114 bilhões, deduzindo o prejuízo de R$ 88 bilhões encontramos o valor de R$ 26 bilhões.

Nesse momento todos os PRINCÍPIOS da contabilidade foram transgredidos nesse demonstrativo, tais como IFRS, USGAAP, IASB, FASB e demais.

A ausência de TRANSPARÊNCIA e de CONTROLE INTERNO norteia e direciona a gestão da maior empresa do Brasil, e se aproxima de uma ENROE e mais ainda o espírito da ARTHUR ANDERSON aguarda gentilmente as três empresas de auditoria externa que se incorporam a esse fato.

É fato que ERRO, DOLO, INCONSISTÊNCIA CONTÁBIL, GESTÃO FRAUDULENTA, ENRIQUECIMENTO ILICITO, E LAVAGEM DE DINHEIRO, estão verdadeiramente inseridos nessa gestão.

Alguém nos disse: “O PETRÓLEO É NOSSO”, mas esqueceu de dizer que o PREJUÍZO É NOSSO, e o LUCRO É DELES.

Pensava eu, que a mentora mor, fosse economista, onde nesse momento Kaynes e Smith estão revoltados em seus túmulos, pois seus princípios foram maculados.

Recebo um e-mail informando que a CHAIRMAN da Petrobrás falará em teleconferência, hoje 29/01/2014, ás 14:00 horas, para falar como conseguiu chegar a esses números.

Lembro que: “É constante a proporção com que dois ou mais elementos se combinem para formar um composto”, Lei de Prust, ou Lei das Proporções Definidas.

Lembro também aos mentores que a Lei da Inércia, ainda vigora, onde “A cada ação compreende a uma reação igual e oposta” (Isaac Newton).

Ressalto que sou petista, mas com uma educação diferenciada, onde os fatos devem ser eivados de licitudes, mesmo sabendo das limitações dos demais, pois haverá um dia em que a real estrela retornará, mesmo em forma de fênix.

“Toda empresa gerida por ações políticas são atropeladas pela veracidade dos fatos e tende a se exaurir”

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 02 de February de 2015