Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Educação, informação, ação e simplicidade

A mídia nos informa sobre a contratação de profissionais estrangeiros para o exercício de atividade econômica

 A mídia nos informa sobre a contratação de profissionais estrangeiros para o exercício de atividade econômica, social, sanitária, educativa e similares, lemos que governos utilizam os recursos públicos para contratar empresas de entretenimento, alimentação, aquisição de helicópteros, trens, e demais, sabemos que os investidores estão preocupados com as oscilações e volatilidade das ações negociadas nas bolsas de valores, e procuram realimentar o capital investido nos locais ONDE EXISTEM oportunidades que possam conceder o ROI (Retorno Operacional do Investimento) buscando reduzir os DESÁGIOS sofridos.

Estamos vivenciando uma economia globalizada e nela se insere diversos SERES que possa conviver “socialmente” suprindo suas NECESSIDADES com o PPPP (Programa de Participação Público e Privado), que se coaduna com os quatro P’s de Marketing (Produto, Praça, Preço Promoção) e isso se chama selva capitalista, e sempre há como proceder a uma MUDANÇA plausível.

Em eventos sociais com investidores estrangeiros devemos oferecer culinária e bebidas nacionais, para valorizar a nossa cultura. Esse paradigma deve ser quebrado, pois eles esperam somente o ÁGIO de seus investimentos.

No ambiente em que PROFISSIONAIS reclamam da contratação de PROFISSIONAIS estrangeiros, comunidade reclamam de SERVIÇOS PÚBLICOS de qualidade, JOVENS integrantes da PEA (População Economicamente Ativa) reclama da falta de oportunidades de trabalho, cidadãos reclamam da VIOLÊNCIA e INSEGURANÇA, as manifestações elevam uma bandeira de difícil atendimento, os grevistas reclamam por melhores condições de trabalho, autoridades diplomáticas quebram regras e protocolos, poderes constituídos se conflitam entre si e muitos, consigo mesmo, sociedade procura motivos para acreditar no sistema, poderes e políticos buscam resgatar a credibilidade do sistema, pessoas físicas e jurídicas recolhem mais tributos quando comparado com o período imediatamente anterior.

A Receita Pública continuará crescente, o que podemos identificar a existência de recursos financeiros, haverá o continuísmo das necessidades básicas, educação, saúde, trabalho, transporte, alimentação, vestuário, e lazer, os poderes, governos e edis não conseguem se entender, pois inexiste uma pauta de programas que possam reduzir os problemas sociais sem que decorra um hiato temporal, e conseqüentemente a manutenção do sistema político democrático de direito.

Nesse ambiente o Kapital e Trabalho devem ser transparentemente refletidos em Demonstrações Contábeis e Financeiros para que possam oferecer ao gestor tomada de ações decisórias que programem melhorias para o retorno do equilíbrio inserido no planejamento estratégico elaborado, ou seja, a SATISFAÇÃO POSITIVA de todos os clientes, internos e externos. 

Se existem RECURSOS para atender as NECESSIDADES sociais, e ela não está sendo atendida, constata-se que o grande PROBLEMA é a GESTÃO, que depende única e exclusivamente da CAPACITAÇÃO e a QUALIFICAÇÃO dos empreendedores, onde a solução é a EDUCAÇÃO, focada numa speed INFORMAÇÃO para que se proceda a AÇÃO necessária e objetiva na busca de SOLUÇÃO do impasse com SIMPLES axioma.

“Se somos inteligentes para identificar que temos um PROBLEMA, também o somos da obter a SOLUÇÃO do mesmo”

Onde podemos concluir que para cada PROBLEMA há indubitavelmente uma SOLUÇÃO, e é por isso que não devemos parar de ESTUDAR, pois temos a certeza que a única CONSTANTE EM NOSSA VIDA É A MUDANÇA e devemos nos preparar full time para obter a melhor solução possível através de uma educação de QUALIDADE.

 

Autor: ELENITO ELIAS DA COSTA, só mais um ser pensante.

CompartilheNas redes sociais
Outros ArtigosDo dia 30 de August de 2013